30/01/2008

DEPOIS EU GASTO AS PALAVRAS



Se estou a beira da loucura
quero cair dentro.
Que o pensamento seja pura alucinação.
Quero ficar planando nos teus braços
sem dizer nada.
depois eu gasto as palavras.
Lac

26/01/2008

MUITO,MUITO


Tudo é muito muito.
Mas ainda está vazio o conjunto.
Conjunção astrológica.
Minha matemática está demente.
Meu quarto não está crescente.
Meu verdadeiro amor
nunca mais veio aqui.
Muito muito estranho.
Um amor tamanho não se refletir.

23/01/2008

LETÍCIA


Na boca de Letícia
aprendi uma linguagem fictícia.
Será que é só delicia
ou Letícia traz na ponta da lingua
um amargo sabor?
Se assim for vou querer provar.
O amargo faz parte da vida
assim como o açucar nos faz gargalhar.

17/01/2008

O QUE?


Cervejas.
Filmes pornôs.
Solidão.
Música(Que me salva)
O que?
Lac

PARA SEMPRE...


O seu nome para sempre tatuei em meu braço.
Depois o laser apagou.
Mas com o amor no coração
o que é que eu faço?
Laser pra apagar amor
ainda não se inventou.
Não quero registrar sinais do meu cansaço.
Mas a vida sem seu abraço me descompassou.
Eu quero outra vez unir tempo e espaço.
Na cadencia em que um dia
a gente se achou.
Lac

10/01/2008

Livros


Novo livro de VANGE LEONEL

08/01/2008

CHEIROS


As mulheres tem o mesmo cheiro.
Vivem seus sonhos no mesmo traveseiro.
Tem o mesmo corpo
bonito e manhoso.
As faces são espelhos
onde o amor se olha todo dia.
As mulheres tem o mesmo prazer
e se completam.
Doces companheiras.
Lac

02/01/2008

ALEGRIA AO CONTRÁRIO

Meu rock se destemperou
apimentado,era o mínimo esperado.
A esperança se descontrolou.
Alegria ao contrário.
As vezes faltam dias
em meu calendário.
Lac

Poesia

No desaniversário de Alice
eu avisei.
Que o mundo é um precipício
mas há sempre um Deus.
Lac